Home > Contos > Histórias de Camonge

Histórias de Camonge

Camonge é o ator de várias histórias populares, que são contadas por gerações, na qual ele sempre procurava um jeito e conseguia evitar que o rei lhe pregasse uma peça ou um castigo

As histórias de Camonge são contatas de geração em geração há décadas; ele era um sábio que sempre conseguia um jeito de sobressair das peças que o rei lhe pregava. Resumindo, o rei queria a todo custo pegar Camonge numa pequena falha para servir de pretexto para puni-lo.

Separamos algumas dessas histórias da infância para você contar para o seu filho da hora de dormir, ou talvez ele sorria tanto que desperte :). 

Histórias de Camonge

Animais sorrindo

Certa vez o rei ordenou que Camonge fizesse todos os animais do reino sorrir.

Camonge não se embaraçou: pegou uma faca bem amolada e cortou os lábios de todos os animais para que ficassem com os dentes à mostra.

O rei teve que interpretar que os dentes de fora era riso e não sofrimento.

Amanhã Camonge morre

Na história de hoje o monarca foi mais radical: obrigou o sábio Camonge a escrever um letreiro dizendo: CAMONGE MORRE AMANHÃ. Assim, não tinha remédio. Ele não poderia escapar desta armadilha apesar de sua esperteza. Amanhã Camonge morre mesmo.

Era o que pensava o rei. Puro engano.

Cada dia que os carrascos se preparavam para executá-lo, Camonge argumentava com brilhantismo, dizendo: leia aí: "Camonge morre amanhã". E assim, de amanhã em amanhã, Camonge se safou desta.

Rei da história de camonge

Terras do rei

O rei falou para Camonge: - não quero que ande por cima das minhas terras, senão você morre!

No outro dia la vem Camonge com um saco cheio de terra.

O rei surpreso em vê-lo andando pelo reino gritou:

- Ei, eu lhe disse que se andasse por cima das minhas terras eu ordenava sua morte!

Sabiamente, Camonge retrucou:

- Essas terras são do quintal de casa. E saiu colocando a terra do saco no chão e pisando sobre ela.

O rei ganancioso

O rei fez um desafio a Camonge: queria que ele fizesse chover ouro. Mas como Camonge não conseguiu, foi castigado.

O rei ordenou que os guardas colocassem Camonge em uma caixa e o jogassem no mar.

Os soldados obedeceram ao rei e seguiram a caminho do mar com Camonge dentro do caixote de madeira.

No caminho, Camonge gritava:

- Eu morro, mas não caso com a filha do rei.

- Eu morro, mas não caso com a filha do rei.

E repetia sem parar.

Ao passarem por uma fazenda, o fazendeiro curioso foi saber o que estava acontecendo.

-Eu morro, mas não caso com a filha do rei, repetiu Camonge.

Então o fazendeiro disse:

- Eu lhe dou tudo que tenho: casa, fazenda, gado, cavalos, ouro, tudo! Se você trocar de lugar comigo.

Camonge disse:

- Já que você insiste, vou fazer isso pelo senhor.

Então trocaram de lugar.

Dias depois, Camonge foi fazer uma visita ao rei. Assombrado, o rei perguntou como ele sobreviveu e enriqueceu tão rápido.

Prontamente, Camonge respondeu:

- Oh Majestade, no fundo do mar tem tantas riquezas! Boi, vaca, ouro...

O ganancioso e perverso rei querendo encontrar riquezas no fundo mar ordenou que seus servos o botassem numa caixa e o levassem para jogá-lo no fundo do mar.

 

E você sabe alguma história de Camonge? Diga-nos nos comentários.


Seu(sua) filho(a) gostou dessa história? Avalie com um clique e comente abaixo

Avaliação Geral: 4.4, baseada em 20 avaliações

E você? Gostou dessa historinha? Compartilhe com sua amiga que também tem filho(a) pequeno(a).

Se quiser postar no seu blog clique aqui para copiar o código HTML e em colar no local adequato do seu blog :)

Parece que o seu filho ainda não dormiu! Quais outras historinhas podemos colocar no site?

Comentários