O Soldadinho de Chumbo

Em uma loja de brinquedos haviam vinte e cinco soldadinhos de chumbos. Todos eram perfeitamente iguais, quer dizer, com exceção de um que era perneta, provavelmente faltara chumbo para finalizar aquele. Mas, o soldadinho conseguiu aprender a ficar em pé mesmo sem uma perna e não deixava nada a desejar aos seus outros companheiros.

Os soldadinhos foram criados para brincar e também para enfeitar qualquer casa. Eram muito bonitos e vestidos com uma elegância sem igual. Todos usavam a mesma túnica escarlate, com uma calça azul e uma pluma no chapéu. Suas feições traziam as marcas de soldados que combatiam o mal e estavam prontos para fazer o bem a todas as pessoas.

Todos os soldadinhos aguardavam pacientemente em sua caixa por um garoto que brincassem com eles, que os levassem para casa e tornassem suas vidas mais divertidas. Um certo dia, um garoto entrou na loja e se deparou com a caixa com todos os belos soldadinhos. Ele ficou maravilhado com a beleza dos soldados e os levaram para casa.

Ao chegar em sua casa, o garoto tirou cada um dos soldados cuidadosamente e os colocou enfileirados próximos de outros brinquedos. Em seu quarto, a criança tinha uma parte dedicada aos brinquedos, havia um enorme castelo e na frente, uma princesa, um lago e uma floresta, tudo feito de papel. Por último ficou o soldadinho perneta.

Naquele dia o garoto usou toda sua imaginação em diversas brincadeiras, agora ele tinha uma campanha de soldados que tornavam as brincadeiras mais legais. Ele ficou tão distraído que nem percebeu que a hora de dormir passara há muito tempo, se não fosse a sua mãe lhe avisar, ele teria ficado ali por muitas e muitas horas.

O garoto, como era uma criança educada e gostava de ajudar os pais em tudo, guardou todos os brinquedos e deitou-se para finalmente descansar. Mas ele não havia percebido que um dos soldados não estava em sua caixa. E justamente o soldadinho perneta havia caído atrás de uma caixa e ali ficara.

Ele não podia voltar para a caixa sozinho sem ajuda do garoto e, deitado ali, ficou apenas olhando para tudo ao seu redor, até o momento que se deparou com a linda bailarina feita de papel que estava diante do castelo. O soldadinho achou a coisa mais linda que já tinha visto em toda sua vida e acabou-se apaixonando por ela naquele momento.

De repente o relógio do quarto do garoto bateu doze horas e os brinquedos do garoto começaram a se animar magicamente. Um deles começou a desenhar outros bonecos com giz para animar a festa, contudo, inesperadamente um gênio maldoso se ergueu para acabar com todo aquele barulho e ao perceber o olhar do soldadinho de chumbo para a bailarina, lhe avisou que se arrependeria no dia seguinte.

No dia seguinte, o garoto ao despertar pegou seus soldadinhos e colocou-os enfileirados sobre o batente da janela, como sempre, o soldadinho perneta por último. O garoto se descuidou por um momento e um vento forte acabou derrubando o último soldadinho que caiu pesadamente até aterrissar atrás de um arbusto. O garoto ao perceber que faltava um, sentiu-se triste, mas era o perneta e ainda tinha mais soldados.

O soldadinho de chumbo, achando que jamais teria a oportunidade de olhar para a bailarina de novo ficou triste e ali ficou esperando. Uma tempestade assolou o bairro naquele dia e o soldadinho acabou ficando todo sujo. De repente, dois garotos encontraram o pequeno brinquedo e ao pegar na mão notaram que lhe faltavam uma perna.

– Esse soldado não serve para nada. – Disse um dos garotos. – Se pelo menos tivéssemos mais deles poderíamos fazer uma guerra. Mas um? E ainda sem perna…

– Então jogue-o fora. – Aconselhou o outro garoto. – Já que não podemos brincar com ele.

– Podemos sim. – Respondeu o garoto que tinha encontrado. – Vamos fazer um barco e coloca-lo para navegar o mundo inteiro.

A ideia do primeiro garoto pareceu muito divertida para seu amigo, não para o soldadinho de chumbo. Ele preferia que os garotos o entregassem para a casa de onde tinha caído, ele queria rever a linda bailarina, mas, infelizmente, estava sendo enviado para um lugar que achava muito mais longe.

Não demorou muito tempo e lá estava o soldadinho de chumbo se equilibrando em um barquinho de papel. As duas crianças corriam atrás dele rindo e se divertindo, até o momento em que o barquinho acabou indo parar no bueiro. Para o desespero do soldadinho, tudo ficara escuro e estava morrendo de medo.

Cada vez mais sentia-se triste por nunca mais poder encontrar a linda bailarina. Ele se lembrava de tudo sobre ela, até mesmo da linda pedra azul que trazia em seu vestido de papel. De repente, um enorme rato de esgoto surgiu e gritou. – Você não licença para navegar no meu esgoto? – O soldadinho não falava e não pode responder. O rato insistiu, mas a correnteza estava ficando cada vez mais forte e logo acabou ficando para trás.

Bailarina Soldadinho de Chumbo

De repente o soldadinho viu uma luz no final do túnel e pensou que estava salvo, mas, assim que pode ver o mundo, percebeu que era um imenso rio. Seu barco acabou virando e por causa de seu corpo de chumbo, afundou na água. E agora, parecia realmente o fim para aquele soldadinho perneta que estava preso no fundo do rio. Ele não podia andar e muito menos chamar alguém.

Foi quando de repente, um peixe surgiu e pensando que ele fosse algum tipo de comida, o engoliu, devolvendo o pequeno soldado mais uma vez para a escuridão. Agora ele não tinha certeza para que lado estava indo e muito menos se um dia veria novamente sua linda bailarina. Mas, por um golpe de sorte do destino, o peixe acabou sendo pescado e quando a mulher estava limpando-o, encontrou o pequeno soldadinho de chumbo.

Ela chamou o garoto e mostrou o que havia encontrado. Ninguém acreditou, era o soldado de chumbo que havia caído da janela. O garoto limpou o soldado e devolveu junto de seus irmãos. Ele ficou muito feliz ao ver a sua linda bailarina. Era um soldado de muita sorte, mesmo não tendo uma de suas pernas. Ele olhou para a bailarina e notou que ela parecia feliz por vê-lo também algo que deixou o soldadinho muito feliz.

A vida do soldadinho parecia ter voltado ao normal, mas, inesperadamente, sem qualquer razão, o garoto pegou o soldado perneta e o levou para fora de sua casa. O soldadinho não sabia o que ele estava fazendo mas percebeu que o garoto juntava muitos gravetos. Logo em seguida, viu que o garoto riscou um fosforo e fez uma fogueira. Assim que o fogo ficou forte, ele atirou o pequeno soldadinho.

O soldadinho de chumbo sentiu um imenso calor e percebeu que sua perna boa estava começando a ficar mole e que suas roupas estavam se queimando sobre seu corpo. Ele começou a se perguntar o por que o garoto havia feito aquilo, mas seu coração não conseguia, só pensava na linda bailarina que ficara para trás.

Foi quando, inesperadamente, um vento soprou as chamas e o soldadinho viu alguém voando da janela do garoto em sua direção. Ele não podia acreditar, mas era a bailarina que vinha em sua direção, o garoto tentou impedi-la, mas a bailarina se desviara com a ajuda do vento e caiu sobre o soldadinho e ali, se transformou em cinzas rapidamente. O soldadinho ficou muito triste, mas agora pelo menos eles poderiam se encontrar em outro lugar.

Quando a empregada da casa observou que o garoto estava brincando com fogo, correu com um balde d’água para apaga-lo, e assim que o fogo se extinguiu e o garoto subiu correndo para seu quarto, foi quando a empregada notou uma pequena pedra azul e um pequeno coração de chumbo, ela se abaixou e guardou os dois juntos e depois daquele momento, nunca mais os separou.

Leia também

Foto do Rapunzel – Histórias Infantis, Contos e Fábulas para Crianças

Rapunzel – Histórias Infantis, Contos e Fábulas para Crianças

História infantil Rapunzel o príncipe caminhou na direção de Rapunzel. Assim que chegou perto, ela logo o reconheceu e se atirou em seus braços, a chorar.

Rapunzel

Foto do A verdadeira história de Pinóquio - Histórias e Contos de Fada

A verdadeira história de Pinóquio - Histórias e Contos de Fada

Conheça a história completa de Pinóquio, uma história completa para você contar ao seu filho

Pinóquio - História completa

Foto do Branca de Neve - História completa - Contos de fada para dormir

Branca de Neve - História completa - Contos de fada para dormir

História infantil Branca de Neve uma menina de cabelos bem pretos, pele branca e face rosada. O nome dado à princesinha foi Branca de Neve.

Branca de Neve

Foto do Pinóquio - história infantil com várias ilustrações

Pinóquio - história infantil com várias ilustrações

Pinóquio é um clássico da literatura infantil, trazendo desde um sonho de um velho artesão até uma aventura incrível de um garoto de madeira

Pinóquio

Foto do O vestido azul - conto transformador

O vestido azul - conto transformador

Veja o que uma ação despretensiosa, mas feita com todo o carinho pode causar na vida de toda uma comunidade

O vestido azul

Foto do O mágico de Oz

O mágico de Oz

O mágico de Oz

O mágico de Oz

Foto do Histórias de Camonge o sábio que sempre se safava do rei

Histórias de Camonge o sábio que sempre se safava do rei

Camonge é o ator de várias histórias populares, que são contadas por gerações, na qual ele sempre procurava um jeito e conseguia evitar que o rei lhe pregasse uma peça ou um castigo

Histórias de Camonge

Foto do Chapeuzinho Vermelho - Histórias para seu filho dormir

Chapeuzinho Vermelho - Histórias para seu filho dormir

Chapeuzinho Vermelho com um retalho de tecido vermelho, sua mãe costurou para ela que com o tempo, os moradores da vila que a conheciam passaram a chamá-la de “Chapeuzinho Vermelho”.

Chapeuzinho Vermelho

Foto do O Príncipe-rã ou Henrique de Ferro - Historinha para Dormir

O Príncipe-rã ou Henrique de Ferro - Historinha para Dormir

A linda história da rã que virou príncipe

O Príncipe-rã ou Henrique de Ferro

Foto do A Bela Adormecida - Hora de botar a criançada para dormir

A Bela Adormecida - Hora de botar a criançada para dormir

História infantil a bela adormecida, uma linda princesa que foi enfeitiçada por uma fada má, até que um dia um príncipe a desperta de seu sono de cem anos com um beijo.

A Bela Adormecida

Foto do Rumpelstichen

Rumpelstichen

Rumpelstichen

Rumpelstichen

Foto do Cinderela – Histórias Infantis, Contos e Fábulas para Crianças

Cinderela – Histórias Infantis, Contos e Fábulas para Crianças

Cinderela tirou do pé do pesado tamanco e calçou o sapato de cristal, que lhe serviu como uma luva e pode casar-se com o príncipe.

Cinderela

Foto do Alice no Pais das Maravilhas

Alice no Pais das Maravilhas

Alice no Pais das Maravilhas

Alice no Pais das Maravilhas

Foto do João e Maria - História para seu filho dormir - História Completa

João e Maria - História para seu filho dormir - História Completa

História infantil João e Maria, um lenhador com sua segunda esposa e seus dois filhinhos, nascidos do primeiro casamento. O garoto chamava-se João e a menina, Maria.

João e Maria

Foto do Gato de Botas – Histórias Infantis, Contos e Fábulas

Gato de Botas – Histórias Infantis, Contos e Fábulas

O gato às vezes ainda se metia a correr atrás dos ratos, era apenas por divertimento porque absolutamente não mais precisava de ratos para matar a fome...

Gato de Botas

Este site usa cookies para fornecer serviços e analisar o tráfego. Saiba mais. Ok, entendi