Home > Lendas > Bumba meu boi

Bumba Meu Boi

Muita diversão em uma festa que reuni a população para sair às ruas vestidas com roupas coloridas e um boi todo enfeitado

Bumba Meu Boi

Bumba meu boi

O Bumba Meu Boi é um boi bem diferente, colorido e festeiro.

Feito de papelão, madeira, panos e fitas. A festa do Bumba Meu Boi é de novembro a 6 de janeiro.

No Brasil inteiro todos conhecem, mas tem um nome diferente em cada região.

Boi-bumbá, Boi de Reis ou Boi-Calembá, seja o que for a festa é um tradição.

A festa é uma grande brincadeira e diversão.

O povo acompanha com grande euforia vestidos de vaqueiro ou roupas coloridas passando de casa em casa com muita alegria.

A música do Bumba Meu Boi é:

Boi... boi... boi...
Boi da cara preta,
Pega esse menino
Que tem medo de careta.

Boi... boi... boi...
Boi da cara branca,
Pega esse menino
Que tem medo de carranca

Historinha do Boi-Bumbá

Entre o Norte e o Nordeste do Brasil havia uma grande fazenda repleta de animais.

Seu proprietário era um importante fazendeiro, dono de muitas terras.

Ele tinha diversos empregados e cuidava dos animais da fazenda com toda a dedicação.

Entre seus animais havia um que chamava muito a atenção: um boi preto, grande, de chifres reluzentes e muito vistoso.

Seus empregados tinham um carinho especial pelo animal que era o preferido do fazendeiro.

Fazendeiro e o boi

Mas um dia ele sentiu falta do seu animal predileto.

Foi então que chamou seus empregados para procurarem o boi.

Todos procuraram pelo pasto, celeiro e baias da fazenda e nada do animal.

Eles saíram por todos os lados.

Até que no terceiro dia, avistaram o boi nas margens de um rio muito doente, com febre alta e quase desfalecido.

Boi bumbá doente

Um dos empregados foi avisar ao patrão que desesperado foi correndo ver seu boi.

Ele estava muito doente e com a garganta inflamada.

Um de seus empregados teve uma idéia e arrancou em disparada para chamar o Pajé de uma tribo indígena ali da região.

Quando o Pajé chegou com os índios de sua tribo evocou todas as suas entidades protetoras lançando uma magia sobre o boi.

Pajé fazendo mágica para reanimar o boi

Neste momento algo mágico aconteceu e o boi despertou completamente fantasiado com uma estrela na testa e uma manta repleta de insígnias, medalhas e muitas fitas coloridas.

Passou a dançar efusivamente balançando a cabeça e o corpo com muita euforia.

O fazendeiro não se continha de tanta alegria e gritou: "Viva o Bumba Meu Boi".

Boi bumbá, bumba meu boi

No dia seguinte dia 30 de junho ele organizou um grande desfile para o seu boi enfeitando a fazenda com bandeirinhas e fitas.

Convidou seus empregados, o Pajé e sua tribo em forma de agradecimento.

Eles tocaram zabumba, pandeiros, matracas e tambores noite afora.

E o fazendeiro celebrou com muita festa a vida de seu boi.

Vídeo da Historinha do Bumba Meu Boi


Seu(sua) filho(a) gostou dessa história? Avalie com um clique e comente abaixo

Avaliação Geral: 4.7, baseada em 10 avaliações

E você? Gostou dessa historinha? Compartilhe com sua amiga que também tem filho(a) pequeno(a).

Se quiser postar no seu blog clique aqui para copiar o código HTML e em colar no local adequato do seu blog :)

Parece que o seu filho ainda não dormiu! Quais outras historinhas podemos colocar no site?

Comentários

Outras historinhas infantis

Mostrar todas as Lendas