Home > Fábulas > O papel e a tinta

O papel e a tinta

O papel reclamou com a tinta porque tinha escrito justamente nela. Mas depois percebeu o valor que tinha as palavras.

Certo dia uma folha de papel que estava em cima de uma mesa, junto com outras folhas exatamente iguais a ela, viu-se coberta de sinais. Uma pena, molhada de tinta preta, havia escrito uma porção de palavras em toda a folha.

- Porque você não me poupou dessa humilhação? - disse, furiosa, a folha de papel para a tinta.

- Espere! - respondeu a tinta - eu não estraguei você. Eu cobri você de palavras. Agora você não é mais apenas uma folha de papel, mas sim uma mensagem. Você é a guardiã do pensamento humano. Você se transformou num documento precioso!

E, realmente, pouco depois, alguém foi arrumar a mesa e apanhou as folhas para jogá-las na lareira. Mas subitamente reparou na folha escrita com tinta, e então jogou fora todas as outras, guardando apenas a que continha uma mensagem escrita.

Fábulas de Leonardo da Vinci

Fábulas de Leonardo da Vinci


Seu(sua) filho(a) gostou dessa história? Avalie com um clique e comente abaixo

Avaliação Geral: 4.5, baseada em 19 avaliações

E você? Gostou dessa historinha? Compartilhe com sua amiga que também tem filho(a) pequeno(a).

Se quiser postar no seu blog clique aqui para copiar o código HTML e em colar no local adequato do seu blog :)

Parece que o seu filho ainda não dormiu! Quais outras historinhas podemos colocar no site?

Comentários

Outras historinhas infantis

Mostrar todas as Fábulas