Home > Fábulas > O falcão e o pato

O falcão e o pato

O falcão sempre se dá mal na hora de caçar o pato, mesmo quando bola o melhor plano.

Sempre que partia à caça de patos, o nobre falcão ficava furioso. Os patos quase sempre conseguiam fazê-lo de tolo, mergulhando sob a água na última hora e permanecendo submersos por mais tempo do que ele podia pairar no ar à espera.

Certa manhã, o falcão resolveu tentar novamente. Depois de rodar em círculos durante algum tempo, para analisar a situação e escolher atentamente o pato que pretendia apanhar, a nobre ave de rapina atacou-o com a velocidade de um raio. Mas o pato foi mais rápido e mergulhou a cabeça.

- Desta vez eu vou atrás de você - gritou o falcão enfurecido. E mergulhou também.

O pato, vendo o falcão debaixo d'água, tomou um impulso com o rabo, subiu a superfície, abriu as asas e começou a voar. As penas do falcão estavam encharcadas e ele não conseguiu voar.

Os patos sobrevoaram-no dizendo:

- Adeus, falcão! Nós podemos voar no seu céu, mas na nossa água você afunda!

Fábulas de Leonardo da Vinci

O falcão e o pato

 


Seu(sua) filho(a) gostou dessa história? Avalie com um clique e comente abaixo

Avaliação Geral: 4.2, baseada em 6 avaliações

E você? Gostou dessa historinha? Compartilhe com sua amiga que também tem filho(a) pequeno(a).

Se quiser postar no seu blog clique aqui para copiar o código HTML e em colar no local adequato do seu blog :)

Parece que o seu filho ainda não dormiu! Quais outras historinhas podemos colocar no site?

Outras historinhas infantis

Mostrar todas as Fábulas