Home > Fábulas > A língua e os dentes

A língua e os dentes

A língua tinha o péssimo hábito de falar demais, um dia os dentes tiveram que dar-lhe uma lição.

Era uma vez um menino que tinha o mau hábito de falar mais que o necessário.

- Que língua! - suspiraram os dentes certo dia - nunca fica parada, nunca sossega!

- Por que é que vocês estão resmungando? - perguntou a língua em tom arrogante - vocês, os dentes, são meros escravos, e seu trabalho resume-se em mastigar o que eu decidir. Não temos nada em comum, e não permitirei que vocês se metam em meus negócios.

E então o menino continuou falando, algumas vezes de maneira imprópria, e sua língua sentia-se muito feliz, aprendendo novas palavras a cada dia.

Porém um dia o menino comportou-se mal e permitiu à sua língua contar uma grande mentira. Os dentes obedeceram ao coração, fecharam-se e morderam a língua.

A partir desse dia a língua tornou-se tímida e prudente, e passou a pensar duas vezes antes de falar.

Leonardo da Vinci


Seu(sua) filho(a) gostou dessa história? Avalie com um clique e comente abaixo

Avaliação Geral: 4.1, baseada em 18 avaliações

E você? Gostou dessa historinha? Compartilhe com sua amiga que também tem filho(a) pequeno(a).

Se quiser postar no seu blog clique aqui para copiar o código HTML e em colar no local adequato do seu blog :)

Parece que o seu filho ainda não dormiu! Quais outras historinhas podemos colocar no site?

Comentários

Outras historinhas infantis

Mostrar todas as Fábulas